Blog

alergia Em 23 de março de 2017 / Sem categoria

Qualquer um está sujeito a desenvolver alergia a cosméticos

É cada vez maior o número de pessoas que desenvolvem alergias pelo uso contínuo e excessivo de cosméticos convencionais. Algumas reações podem levar à queda de cabelo, lesões na pele e até a casos mais graves, como choques anafiláticos. Quanto mais natural for o cosmético, menores as chances de uma reação

 

Um simples shampoo pode conter tantos elementos químicos pesados, que realmente não há saúde que aguente. Segundo a dermatologista Marília Neves, tem aumentado de forma gritante o número de pessoas que chegam ao seu consultório porque desenvolveram uma alergia. “Hoje em dia não só os cosméticos, mas também a alimentação contém muitos produtos químicos, tudo é muito artificial e isso acaba induzindo as pessoas a serem alérgicas muito mais cedo, principalmente as crianças. Os casos de dermatite atópica têm crescido demais entre os pequeninos, pois eles são expostos cada vez mais cedo a produtos alergênicos”, explica.

Criança com alergia de contato

O aumento da busca pela beleza, e atualmente não só pelas mulheres, mas também por homens e crianças, fez com que a indústria investisse em fórmulas cada vez mais “poderosas” e eficazes: shampoos que lavam a seco, cremes que “somem” com a rugas, esmaltes de secagem rápida, shampoos infantis com personagens de histórias em quadrinho que brilham e soltam bolhas enorme, enfim, as pessoas estão tendo contato com um número cada vez maior de ativos pesados.

Produtos para a limpeza da pele, tais como sabonetes, shampoos e desodorantes são os irritantes mais importantes. As reações frequentes são em consequência do uso continuado e cumulativo de certas substâncias. No caso do shampoo, o sulfato (laurilssulfato de sódio, como vem descrito no rótulo) é o principal vilão. Porém, a falta de uma regulamentação precisa faz com que seja difícil descobrir detalhadamente todos os componentes das formulações, então o consumidor acaba comprando um produto sem saber ao certo do que se trata.

E se levarmos em conta que mesmo pessoas que nunca foram alérgicas, podem em algum momento da vida desenvolver uma alergia, é importante que todos fiquem alertas. “Eu tenho uma paciente que aos 55 anos desenvolveu uma alergia causada por pigmentos. A tinta de cabelo que sempre foi uma coisa básica para ela, não pode mais fazer parte de sua vida. E eu sempre orientei que se ela continuasse usando, acabaria no pronto-socorro. Foi o que aconteceu. Hoje ela não pode usar nem mesmo esmalte colorido ou maquiagem. Tudo isso devido ao uso contínuo dessa substância”, conta a Dra. Marília.

 

 

QUANTO MAIS NATURAL, MELHOR

shampoo-e-ervas

 

Quanto menos produtos químicos você consumir, menores as chances de desenvolver uma alergia. Isso é certo. A indústria, se investir em pesquisas, tem condições de substituir substâncias sintéticas por elementos naturais. A Piatan é prova disso. O laurilssulfato de sódio, responsável por produzir a espuma dos produtos de higiene, nunca fez parte da fórmula de nossos produtos e mesmo assim temos shampoos que fazem espuma. Como? Pesquisamos ativos naturais. Trouxemos a quinoa e o açúcar de coco. Abrimos mão de usar parabenos, derivados de petróleo, o silicone e nossos produtos são tão eficazes quanto os convencionais: limpam, hidratam, tratam… Sabemos que este mercado de produtos naturais ainda é restrito, mas o consumidor já tem algumas opções, basta procurar, estudar, afinal, não é apenas uma questão de beleza, mas de saúde também. E a saúde de toda a família.

 

Facebook Comments

Compartilhe: