Blog

câncer de próstata Em 14 de novembro de 2017 / Acontece

NOVEMBRO AZUL: HOMENS MAIS JOVENS NÃO DEVEM DESCUIDAR DA PREVENÇÃO

Apesar de ser uma doença que geralmente atinge o público masculino acima de 65 anos, em pacientes mais jovens, o câncer de próstata tem uma característica mais agressiva. Por isso, é importante não se descuidar

 

O câncer de próstata em estágio inicial geralmente não provoca sintomas, daí a necessidade de, a partir dos 45 anos, o homem procurar fazer os exames de prevenção, principalmente se em sua família existam casos da doença. Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer, o tumor na próstata é o segundo mais comum nos homens, com maior incidência em países desenvolvidos, se compararmos com nações que ainda estão em desenvolvimento. Para tirar algumas dúvidas sobre essa patologia, conversamos com um especialista no assunto, o urologista Felipe Dias. Leia:

 

 

O Câncer de próstata é hereditário ou se assemelha ao câncer de mama, em que 5% dos casos ocorrem por fator hereditário e 95% vem do estilo de vida?

Existem três fatores de risco relacionados com o surgimento do câncer de próstata: o primeiro deles é a idade avançada, o segundo é fator hereditário e o terceiro é o fator étnico (pessoas de pele negra têm maior propensão ao câncer de próstata). Não foi comprovado, em estudos científicos, que hábitos de vida estão diretamente ligados ao surgimento da doença. Mas nós sabemos que, indiretamente, o consumo exagerado de carne vermelha, o tabagismo e outros hábitos de vida que não são saudáveis podem contribuir para o surgimento de qualquer câncer.

Quais são as melhores formas de prevenção desse tipo de câncer?

Para a nossa sorte, essa enfermidade tem crescimento lento e a melhor maneira de prevenir é realizando os exames anualmente pelo urologista. Os principais exames para a detecção são: Antígeno Prostático Específico (PSA) realizado através da colheita do sangue, exame digital retal e, se for necessário, a ressonância magnética multiparamétrica da próstata.

O índice de mortalidade desse câncer é muito alto?

O câncer de próstata é a segunda causa de óbito por neoplasia no Brasil, perdendo apenas para o melanoma maligno. Somente em 2016, foram diagnosticados mais de 63 mil homens com câncer de próstata e 13 mil faleceram por causa da doença. No entanto, quando identificado em fase inicial, a cura aproxima-se de 95%. Geralmente, em pacientes mais jovens, o câncer de próstata tem uma característica um pouco mais agressiva do que em pacientes com idade mais elevada.

O exame de toque ainda é a única forma de detectar a doença?

O exame digital retal, ou toque de próstata, é de extrema importância para o diagnóstico precoce da moléstia. Isso acontece pelo fato de ser muito específico para detectá-la. O PSA também é um exame importante, mas que se eleva em outras situações como infecção de próstata ou o crescimento benigno. Portanto, é muito importante a associação dos dois para obter uma avaliação mais completa.

A partir de quantos anos o homem tem de fazer o exame? Existe um autoexame, como no caso das mamas?

A Sociedade Brasileira de Urologia recomenda que homens que tenham história familiar positiva, ou seja, parentes de primeiro grau com câncer de próstata, devem iniciar os exames de rotina aos 45 anos. Já aqueles que não possuem avós, pais e irmãos com a disfunção, devem começar a realização das análises a partir dos 50 anos de idade.

Quais são os sintomas da doença?

A maior parte dos pacientes com câncer de próstata são assintomáticos, mas podem existir alguns sintomas como: micção frequente, fluxo urinário fraco ou interrompido, vontade de urinar frequentemente à noite (Nictúria), sangue na urina ou no líquido seminal.

Facebook Comments

Compartilhe: