Blog

d18306043a986380942189d900fe45f4 Em 23 de setembro de 2016 / Na mídia

Barbeiro de políticos e celebridades de Goiânia inspira linha de produtos masculinos

Ruimar Ferreira deu nome à linha de produtos para a barba que será lançada na próxima semana.

Famoso por atender políticos e celebridades locais e nacionais em sua barbearia na Praça Tamandaré há 41 anos, Ruimar Ferreira foi homenageado pelo empresário goiano Igor Sebba na criação da Piatan, nova marca de cosméticos que será lançada na próxima quarta-feira (28). Igor, que frequenta o salão de Ruimar desde criança, deu o nome do barbeiro à linha de produtos masculinos voltada para o cuidado com a barba.

As embalagens dos produtos serão em estilo retrô, assim como a barbearia do homenageado, a New Star, que funciona desde 1975 no Setor Oeste. A linha é composta por shampoo para cabelo e barba, gel para barbear sem espuma, creme emoliente para barbear, sérum pós-barba e fluido domador de fios. Desenvolvidos com nanotecnologia, os produtos prometem conquistar tanto os barbudos quanto aqueles que não dispensam a barba feita.

Tradição

 

Ruimar, que herdou a profissão do pai, é uma das figuras mais célebres de Goiânia, especialmente por sua clientela famosa. Pelas cadeiras da barbearia já passaram nomes como Pelé, Maradona, Milton Gonçalves, Galvão Bueno, além dos principais políticos e autoridades do Estado, sem distinção de partidos. Talvez por isso a barbearia seja bastante procurada por candidatos a cargos políticos, como uma espécie de batismo para o sucesso nas eleições.

O barbeiro é pioneiro no ramo de salões dedicados exclusivamente para os homens, que se tornaram uma tendência em Goiânia nos dois últimos anos. Desde a inauguração na New Star, a barbearia se manteve fiel ao atendimento do público masculino, que faz do local um reduto para o convívio com colegas e amigos. “Aqui, os clientes se sentem em casa. Além de cuidarem da aparência, a visita à barbearia acaba sendo um pretexto para saírem da rotina”, explica.

O barbeiro também afirma que os homens estão tão ou mais vaidosos que as mulheres. “Antigamente, na década de 1960, o máximo que os homens faziam era cabelo e barba. Hoje em dia, eles superaram aquela ideia de que o homem não podia cuidar da própria beleza e, agora, eles também fazem as unhas, sobrancelhas, desenham a barba, fazem limpeza de pele, enfim, tudo a que têm direito”, completa.

Facebook Comments

Compartilhe: